Feira Internacional de Arte Contemporânea de Lisboa
A PGQ-consultores em parceria com a ADIAC promoveu uma prova de vinhos no lançamento do livro de Miguel Palma, na Feira Internacional de Arte Contemporânea de Lisboa.

Dão Sul em Paris
A Dão Sul, empresa sedeada em Carregal do Sal, realizou em Paris, entre 5 e 7 de Dezembro, um conjunto de acções promocionais dos seus vinhos de categoria superior. Dois jantares vínicos em locais emblemáticos do roteiro gastronómico internacional, La Table du Lancaster e Mon Vieil Ami, organizados com o apoio da PGQ (consultora que se tem destacado na promoção das denominações portuguesas ao nível internacional, em parceria com chefes de cozinha cotados no Guia Michelin), e uma visita a Ay, ás caves Deutz, possibilitaram aos convidados da Dão Sul o contacto com o que de melhor se faz em França ao nível gastronómico e vitivinícola, criando o ambiente ideal para avaliar da qualidade dos vinhos apresentados.

A comitiva ficou no Lancaster, um hotel de charme junto aos Campos Elisios, conhecido pelo requinte das instalações e do serviço, que integra a cadeia g.l.a., que detêm em Portugal o Bairro alto Hotel, em Lisboa. Neste local, no Salão Berri, decorreu o primeiro jantar, com um menu elaborado pela equipa do chef Michel Troisgros, detentor de 3 estrelas Michelin no restaurante familiar de Roanne. Recorde-se que Michel Troisgros, oriundo de uma das mais importantes dinastias de cozinheiros de França foi contratado para o La Table du Lancaster em 2004, conseguindo obter para o restaurante a primeira estrela em 2005.

A visita à Deutz, organizada em parceria com a Vinidecanter, que em Portugal representa esta casa tradicional de Champagne e distribuiu vários produtos Dão Sul, decorreu no segundo dia, e constituiu um dos pontos altos do programa.

Para o jantar de dia 7, no Mon Vieil Ami, o repto lançado pela Dão Sul e a PGQ a Antoine Westermann, foi a elaboração de um menu de sete pratos, para os sete vinhos da Dão Sul: Dourat – Douro e Priorat 2003, Encontro – Bairrada 2003, Paço de Santar – Vinha do Contador Dão 2004, Four C Dão 2003, Quinta das Tecedeiras Reserva- Douro, 2003, Pião, Quinta de Cabriz – Escolha Dão 2003, Pião – Dão e Piemonte e Quinta de Cabriz – Colheita Tardia Dão 2004. Estes vinhos foram sujeitos a prova em Estrasburgo, no restaurante Le Buerehiesel, o 3 estrelas de Antoine Westermann, pelo chef alsaciano e o seu sommelier Jean-Marc Zimermann. Antes do jantar foi servido um extra, o espumante da Quinta do Cabriz, o primeiro da Casa, que assinala 15 anos de laboração da Dão Sul. O Bruto Rosé de 2003, feito a partir de Touriga Nacional, mereceu a aprovação geral.

A ementa elaborada por Antoine Westermann, que esteve presente no evento e acompanhou o serviço, numa demonstração pessoal de apreço pelos vinhos portugueses, relevou o nível impar de qualidade que a Dão Sul conseguiu imprimir à sua produção neste segmento. Segundo Carlos Lucas, enólogo e sócio da empresa, “ estamos a demonstrar que a quantidade e a qualidade podem coexistir dentro de uma mesma empresa”. A Dão Sul, originalmente uma empresa do Dão, tem expandido a sua área de influência para o Alentejo, Bairrada e Douro, sempre com a preocupação de inovar e elevar o nível de qualidade das suas criações. A nível internacional, a Dão Sul está presente no Brasil, e tem parcerias no Priorat, com José Puig, de onde resultou o Dourat, no Piemonte, com o Marchesi de Gresy, que a Wines & Spirits considerou em 2002 “Winery of the year”. Em parceria com este produtor italiano, e o seu enólogo Marco Dotta, Carlos Lucas e a Dão Sul lançaram já este ano o Pião, um vinho de fusão, com a Touriga Nacional do Dão e o Nebbiolo do Piemonte a demonstrarem surpreendentes afinidades.

Almoço de Lançamento da ADIAC

O lançamento da ADIAC, a 10 de Abril, teve lugar no Palácio da Bacalhôa, com 140 convidados, num almoço organizado com o apoio da Força Motriz, através da PGQ.
A ADIAC teve a sua constituição formal em Maio de 2005, e para conhecer mais um pouco do almoço de lançamento consulte a área Projectos.